Cabeção de Nego

Meia-entrada é bom pra quem?

with one comment

Evanescense é uma das super atrações pop do Rock in Rio. Suuuuuucesso, no clube do Bolinha.

Bem, acabaram-se os ingressos pro Rock in Rio, ainda bem, eu não ia mesmo. Digo, acabaram os ingressos não: começaram as vendas dos ingressos, nas mãos dos cambistas e ao quíntuplo do preço de bilheteria, como noticia O Globo. Tudo bem, eu não ia mesmo. Ainda anteontem uma colega comprou três: um pra filha, e outros dois (segundo ela)  para as colegas da filha. E estava me contando da briga que teve  para pagar apenas o preço de meia-entrada.

Meia-entrada: qual a função social, mercadológica, cultural, que merda for da obrigatoriedade de meia-entrada sobre o preço de espetáculos cujo valor do ingresso é determinado pelo promotor do evento? Alguém me explica, por favorzinho?

Um exemplo muito simples que mostra bem o non-sense deste “direito” dado aos esudantes e aos velhinhos foi um evento ocorrido lá pelos idos de 2004 chamado Coca-Cola Vibezone (o evento ainda acontece, mas não mais no Rio), era promovido pelo Marcos Mion, que tinha um programa na Band chamado… não me lembro. Deste programa fazia parte o Vesgo do Pânico, que na época aparecia vestido de corvo e ficava só fazendo uns barulhos e balançando as asas.

Pois é: a Coca-Cola organizou no Rio um show de pop adolescente com NX0, CPM22 e outras porcarias do gênero: o público alvo era composto quase 100% por adolescentes de classe média, portanto, quase 100% do público devia ser composto de estudantes: o que a Coca-Cola fez? Anunciou o preço em letras garrafais em todas as propagandas como 25,00 reais e explicava em letras miudinhas que o preço anunciado era referente à meia-entrada, o preço normal era 50,00 reais.

E advinha qual seria o preço normal se não houvesse a maldita lei de meia-entrada? Sim, maldito legislador, seria 25 reais: isto é óbvio. Se eu sou vendedor de jujubas na porta de um colégio e você, deputado, determina que o meu produto seja vendido pela metade do preço para determinado grupo de pessoas eu simplesmente AUMENTO o preço, ô imbecil. É claro que este cálculo de aumento vai variar em função do público alvo: se o público alvo é composto 100% por indivíduos beneficiados pela meia-entrada então o cálculo é simples: é só dobrar o preço, dããããã.

Pois é, meu amigão, da forma descarada como foi feita pela Coca-Cola ou de forma menos explícita, o único resultado prático da lei de meia-entrada é esse: o valor do nominal do ingresso aumenta para compensar os ingressos que por lei vão ter que ser vendidos “mais-baratos”. Tendeu?

Anúncios

Written by Daniel

maio 11, 2011 às 6:37 pm

Publicado em Rock and Roll, Sociedade

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Pois…eu de novo. É que estou lendo suas postagens e gostando muito. Eu não sei qual parte é mais lamentável, se o povo pidão, se o Estado paizão. O povo pidão é, numa palavra, burro. O Estado paizão é oportunista. “Dá” o que o povo pidão quer e assim mantém todo mundo na palma da mão. Tem horas em que concordo com quem diz que brasileiro é otário.
    Por falar em Rock in Rio, eu fui, no dia do Metal com Sepultura, Ghost, etc. Fui pelo Sepultura, curti e tudo, mas achei o Ghost a melhor banda da noite. O Metallica foi cansativo. Às tantas eu já estava achando que o James Hetfield ia descer do palco e se despedir do povo, um por um…
    Achei a maior graça duns tiozões que estavam lá pelo Metallica e ficaram dando chilique com o Ghost, pela temática.
    Saldo final, valeu pelos vinte anos de espera.

    sessrodrigues

    junho 12, 2014 at 2:00 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: